domingo, 30 de novembro de 2008

So let's get a little Bitchy?

Sejam bem-vindos ao Circo.

*** Agora com vocês Eusin tentando fazer o crítico de Música***


PS: Não pesquisei muito a fundo o que cada letra traz junto consigo, por isso não me crucifiquem, é apenas minha visão mais"Dança Dança Dança"

Bom, primeira faixa é "Mulherengo" e não preciso dizer nada sobre a mesma certo?

Então, para começar temos a faixa que dá nome ao disco, ela é legal, tem uma letra bonitchinha, é convidativa para um dance-floor mais sussu e segue apenas isso nada DEMAIS!
Confesso que quando ouvi "Circus" pela primeira vez eu gostei muito e me deu até uma vontade loooookka de ouvir o CD logo e o logo foi no começo desta semana.

Depois temos "Out From You" - Baladinha, nada novo em Brit por aqui, tipo daquelas que serão as unicas que ela cantará sem playback e pensando na letra parece um chega para lá em algum amor da bunita, me pergunto se seria Justina Timbalada ou o Kevin Whiskassachê?

Para mim depois vem um combo, tipo ouça três pelo preço de uma, temos "Kill the Lights", "Shattered Glass" e "If You Seek Amy"(Famosa - Fuck Me)

Kill the lights - é legal, tem uma levada muito boa para umas dancinhas e um remix mais "sensual" o que acredito seria uma boa e só.

Temos depois essa tal "Shattered Glass" e digamos que não acrescenta muito porque no meio da música há uma CAGADA enorme com algumas repetições horríveis de "Glaaaaaiés Gla Gla Glá Glaiés Glaiés" leiam e falem desta mesma forma só que o pior de tudo é que a música presta, mas até o momento em que digamos... essa palhaçada de Circo acontece.

E entramos depois em "If You Seek Amy" que virou até tópico na comunidade da Amy Winehouse com todo mundo perguntando se música era em relação a própria.
Bom, levando em consideração o meu ponto de vista, a música não tem nada a ver com a Amy Winehouse e muito menos com uma "Amy" qualquer, simplesmente é para frizar o "Fuck me" que o som da frase "If you seek amy - If(F) You(U) Seek(CK) My(Me)" produz.

Afinal leiam desta forma:
"Love me, hate me
Say what you want about me
All the boys and all the girls are begging
to Fuck Me
Love me, hate me
Say what you want about me
All the boys and all the girls are begging
to Fuck Me"

Tipo "Take that Paparazzis and Haters" heheheh
PS: Viram como funciona o chiclete, A-D-O-R-O!
PS2: Tem um "La La La La" no começo que será Hit podem ter certeza.

Depois vem Unusual You, uma baladinha muito boa, eu particularmente gostei, tem uma levada legal de piano no fundo, voz da Bitch no tom certo, letra mais cabeça, digamos que Circus ganha alguns pontos com essa.

Blur - Achei um outro acerto no album, tudo bem que a letra mais parece uma perpectiva da própria Brit em relação aos seus tempos de doidera, onde ela diz não lembrar de nada, tudo ser um "embasso" só, mas vem cá, quem nunca teve um "Blur" também né.
É Brit mostrando que é humana e também faz/fez cagadas e mooooooooitas.

Mmm Papi - Okay, nessa eu sou suspeito, porque podem dizer o que quiserem, podem xingar essa música, mas eu ADOREI!!!
Essa levada despretensiosa, com gemidinhos a la Brit, achei Losho.

Gemidos...
"Now seeeeeeee...
I'm Mamiiii
And that makes you Papiiiii
And that makes us Loveyyyyyy"

Logo em seguida temos "Mannequin" me dá uma vontade louca de perguntar para os produtores se eles estavam burros ou dopados quando fizeram a mixagem do começo desta faixa, tipos tem uma batidinha legal no começo, mas depois parece que deixaram uma mosca fazer um dueto com uma abelha e depois convidaram Brit para cantar junto.
É um tal de um "zu zu zu zu zu" meio distorcido no fundo da música que só desaparecem na hora do refrão, e o refrão é dançante, é chiclete, é bem Bitch mesmo.

Lace and Leather - Renda e Couro, isso faz a Brit deixar os homens loucos... na verdade quem ficou louca foi ela e quem acabou fazendo a "Non-fashion" foi a própria, usando couro e renda das piores formas possiveis.
Mas a música vale a pena, Brit querendo fazer a "Safadeeeenha" e nada de mais.

Agora vem para mim a música que é a mais chute no ovo depois de "Incredible" de Madonna.
Em "My Baby" - Brit antes de fechar o álbum lança essa baladinha com uma letra simpática, falando o que acredito ser sobre os filhinhos dela, o quanto ela admira e ama a forma em que cada um faz ela ver a vida, é tudo muito bunitchinho, de fazer qualquer mamãe chorar quando ouvir... MAS DESDE QUE BRITNEY NÃO FIZESSE A "CRIANÇA" E CANTASSE COMO UMA MENINA DE 13 ANOS DO CLUBE DO MICKEY... PRONTOFALEI!!!

Radar (Circus Version) - Bom sem nada a adicionar, é a "Radar" de Blackout, era tendência, mas ninguém quis lançar como Single e lançaram um "Remix" que só muda o "Radar" de fundo rsrs

Na Deluxe Edition temos:
Rock me in - tem uma batida dançante, voz perfeita da Brit, sem tantas distorções "Playbackianas"(eu já inventando palavras), teria um grande potencial se fosse lançada para as masas, sem fazer parte apenas da "Delux Edition".
Uma faixa que eu trocaria fácil por "Shattered Glass" por exemplo.

E por último... se alguém chegou a ler até aqui claro HAHAHHAHAAHA

Phonography - Parece mais uma resposta de Brit em relação ao assistente ou empresário, sei lá, que trabalhava para ela.
Uma outra música que poderia fazer muito bem parte do álbum normal.

E fico por aqui.
If You Seek Amy para Todos.
Bjunda.

Um comentário:

GreG JuNiOR disse...

Faltou vc comentar a ultima faixa da edição de luxo, amnesia. É otima e na minha opinião, junto com phonography deviam estar no album comum. Eu gostei mais desse album do que do blackout. Mas eu nao gostei nem de my baby, manequim e , desculpa, mas mto tosco papi eheheh
De resto, it s Britney!!! Atoron!